O poder analgésico do chá da erva de Santo Antônio

Spread the love

[ad_1]

Também conhecida como anador, cerebril, chambá, carpinteiro, peristrofe, pingo-de-ouro, trevo-do-pará e trevo-cumarú, a erva de Santo Antônio pertence à família das Acanthaceae. Na medicina natural as partes da planta que são utilizadas no preparo do chá são as folhas e os ramos.

A erva de Santo Antônio é uma planta de pequeno porte, podendo chegar a atingir até 40 centímetros de altura. Ela apresenta folhas membranáceas, agudas e alongadas, quanto as flores, elas estão dispostas em minúsculas e longas cimeiras. Os frutos da erva de Santo Antônio assumem formato de cápsulas.

Uma característica bastante marcante dessa espécie é forte cheiro de cumani que ela exala ao ser cortada.

o-poder-analgesico-do-cha-da-erva-de-santo-antonio

Foto: Reprodução/Wikipedia

História da erva de Santo Antônio

A planta é originária da região amazônica, sendo bastante frequente também no nordeste, cultivada em hortas. A erva de Santo Antônio foi usada por bastante tempo em rituais indígenas. Misturada a outras espécies ela apresenta afeito alucinógeno.

Propriedades medicinais

A erva de Santo Antônio é…

[ad_2]

Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.